Ser maquiadora: O que você precisa saber antes de querer seguir a profissão

Que a área da beleza é linda em vários aspectos, ninguém pode negar, né? Afinal, não tem nada mais gratificante do que poder deixar as pessoas ainda mais bonitas e confiantes.
Eu costumo dizer que quem tem algum tipo de habilidade com isso, provavelmente já nasceu assim. É aquela coisa: você pode desenvolver e aperfeiçoar durante a vida, mas dificilmente conseguirá, digamos que, uma espécie de ''dom'' que essa área requer (assim como tantas outras).


Eu sou maquiadora a 4 anos e já pude vivenciar várias áreas e estilos da profissão, desde maquiar amigas e parentes, a trabalhar como freela, e fixa como ''oficial'' de um espaço. A questão é que muitas pessoas me procuram para saber como eu comecei, como conseguí fidelizar minhas clientes e que cursos eu fiz. E como eu comentei no início do post, ser maquiadora é incrível, mas paralelo a isso, existem muitos obstáculos que você só se dá conta, quando começa a adentrar na profissão. Por isso, eu resolvi trazer algumas dessas questões para o blog como uma forma de auxílio. Jamais seria minha intenção desvalorizar a profissão e a vontade que alguém tem em ingressar nesse mundo, ok?

O primeiro tópico e um dos mais importantes, por estar diretamente relacionado com as clientes, é o fato de que automaquiar-se é completamente diferente de maquiar alguém. A ''parte técnica'' disso tudo, engloba diversos formatos de rostos, de olhos e bocas, diferentes necessidades e diferentes gostos. Automaquiar-se, é sempre mais fácil. 
 
Eu costumo dizer que maquiador tem que ter uma bola de cristal inserida em algum cantinho do cérebro, hahaha. Afinal, gosto é algo muito pessoal e é um assunto delicado. Em poucos minutos, temos a missão de saber como a nossa cliente gosta de maquiar-se, a preferência por cores, por estilos e também, o que ela não gosta, para que possamos ficar longe. O que muitas vezes, não é uma tarefa muito fácil, não.
 
Não é novidade para ninguém que o ápice de clientes de um maquiador, é sempre no final de semana, né? É preciso ter bastante organização para não deixar que isso comece a afetar a sua vida pessoal. Afinal, o tempo que você gasta no trabalho, poderia ser de lazer com a sua família e amigos. Mas aqui entra uma coisa muito boa, que é a folga na segunda-feira que a maioria dos espaços de beleza cedem. 
 
 Algo que foi muito difícil para mim no começo, foi o fato de precisar trabalhar sem a concentração que eu gostaria. Isso porque, a cliente está em um momento relaxante e que é só dela, então, é muito compreensível que ela queira contar algo da sua vida, queira conversar, queira comentar sobre os preparativos do evento para o qual ela está se maquiando, precise ficar atendendo o celular..
O fato de preferir trabalhar com concentração, é um problema do maquiador e que a cliente não tem culpa, né? Por isso, esse lado precisa ser bastante desenvolvido.
 
Complementando o tópico anterior, é preciso ser muito compreensível e ter muita paciência para atuar em uma área como essa. É preciso saber que nem sempre o seu trabalho vai agradar e que nem sempre uma cliente vai sair completamente satisfeita. É preciso saber contornar as situações e sempre tentar corrigir qualquer detalhe que a cliente não tenha gostado tanto, sem deixar que isso abale suas estruturas, sabe? Haahaha.
Também acontece de estranharem-se com maquiagem, por não possuírem o costume de usar, cabe ao maquiador procurar um meio termo entre a maquiagem ''nada'' e a make ''tudo'' para que a cliente se sinta bem.
 
Ufa! Chega de pontos negativos! Trabalhar com beleza é sempre gratificante, mas como em todas as outras áreas, há detalhes que não são 100% alegria e felicidade, né? Hahaha. Espero que possa ter sido útil para você que também quer fazer parte desse mundo. <3
 
Se você se interessa pelo assunto, nesse post aqui, eu conto a minha experiência com o curso profissionalizante da Embelleze que fiz a alguns anos atrás.
Um super beijo!
 
 
 
 
 

5 comentários:

  1. Larissa, Boas explicações adorei! Como em toda vida profissional, tem sua parte boa e a chata, né mesmo?? Mas, se você faz o que gosta , já é meio caminho andado.

    Bjos e uma boa quinta!
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Diria que gostar é 80% do caminho em qualquer profissão, né? Beijos linda, obrigada pelo seu comentário! =DD

      Excluir
  2. Lari você poderia fazer novamente um post sobre os teus treinos na academia... to querendo muito ganhar um pouco de massa pois sou super magra e isso me deixa muito pra baixo! você conseguiu já resultados? beijos gatona <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bri, tudo bem? Muito obrigada pela sua sugestão! Entendo perfeitamente! Hahahaha olha, eu não obtive muuuuitos resultados, porque minha genética é pequena e magrinha mesmo, mas consegui definir um pouco. Assim que eu tiver novidades sobre o assunto, com certeza farei um post.
      Obrigada pela sugestão! <3

      Excluir
  3. Oi Larissa, gostei bastante das dicas. Estou visitando o seu blog pela primeira vez e gostei muito, já vou dar uma olhada no post do curso da Embelleze, pq estou interessada em fazer e não conhecia ninguém que tivesse feito.
    Um beijo

    Suellen Esposte Blog | Facebook | Youtube | Instagram

    ResponderExcluir

© Todos os direitos reservados | 2016
Desenvolvimento por: Larissa Mocellin (part.Jaque Design) | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo