Quatro Looks para Usar na Praia

Olá todo mundo! Já estamos na penúltima semana de dezembro (passou rápido né?) e eu sei que nessa época muitas pessoas se preparam para viajar, ir para a praia e passar o tempo à beira mar. Pensando nisso, o post de hoje é com quatro looks lindos para servir de inspiração na hora de se vestir.  Vamos conferir? 

❤ VESTIDO T-SHIRT 

Eu acho que o vestido T-shirt fica super estiloso à beira mar, ainda mais se for listrado. E para dar up no visual é só apostar em acessórios, como um chapéu para proteger do sol. Se você não tem um vesido assim, dá até para tirar do armário aquela T-shirt mais compridinha mesmo (ou roubar do namorado). 

❤ KIMONO + SHORT JEANS 


Os Kimonos são leves, fresquinhos e a cara do verão. Então porque usá-los só na cidade? Combinam demais com a praia e ficam lindos com biquíni. Além disso, forma uma dupla e tanto com o shortinho jeans. 

❤ VESTIDO LONGO


Vestido longo pode também! É só escolher aqueles de modelagem soltinha e de tecidos mais leves e fluídos. Além de deixar o look feminino também tem tudo a ver com o clima da praia. 

❤ CAMISA

E quem disse que camisa branca é só para os dias mais frios? Essa peça é tão versátil que pode ser usada até como saída de banho. E vamos concordar que deixa o look bem estiloso!

Agora nos contem vocês: gostaram? Qual desses looks é o seu favorito? O que costumam usar na praia? Beijos! 

Fontes: Imagem 1 | Imagem 2 | Imagem 3 | Imagem 4








Looks de fim de ano para se inspirar

Olá todo mundo! Dezembro finalmente chegou e sei que vocês devem estar cansadas de escutar isso, mas o ano passou voando, né? E junto com ele vem a data - e o evento - mais esperado: o ano novo. Não sei vocês, mas quando há alguma data importante eu sempre gosto de planejar com antecedência o que usar. Por isso fiz uma seleção para vocês com looks para se inspirar. 

Já aviso que tem para todos os gostos e ocasiões, desde um jantar informal com a família; rasteirinhas, batas e jeans para a praia; balada; e até para alguma festa ou jantar mais social. Bora conferir?

❤ VESTIDO
Camila Coelho   .   Raquel Cañas   .   Pinterest

Vestidos mais soltinhos, como da primeira foto, combinam muito com um réveillon à beira mar. Para ficar mais confortável é só substituir a sandália de salto para uma rasteirinha. Já os acessórios metalizados e saltos tem tudo a ver com balada. 

SAIA
Nery Hdez  .   Pinterest  .  Sun Zibar

O bom das saias é que até uma branca jeans pode ficar mais social quando combinada com camisas, salto e os acessórios certos. Nesses três exemplos, todos os looks são mais formais, mas é só trocar o sapato por um mais baixinho e uma t-shirt que temos combinações mais descontraídas. E esse é o meu principal motivo para adorar saias, elas rendem várias combinações quando sabemos combinar com diversas peças. 

JEANS
Camila Coelho  .  Thassia Naves  .  Pinterest

Não poderia faltar um look com jeans, não é? Esse tecido é tão versátil que pode te acompanhar tanto na praia em produções mais descontraídas, quanto na cidade, em um look mais social, como esse segundo, para quebrar a “formalidade” da peça. 

ESTAMPADOS

Nogynyan  .  Glena Martins  .  Kida Ella

Quem disse que no ano novo só pode ter peças lisas?  Esse terceiro look é um dos meus favoritos, se for em um algum evento mais informal, porque tem duas das principais tendências da estação: listras e ombros de fora. Sem falar que esse coturninho além de dar um up no visual, também o deixa mais descontraído.

E vocês, como pretendem passar o ano novo? Gostaram dessas inspirações? Beijos!




Cinco destaques do Street Style da Semana da Moda em Nova York para ficar de olho

Em setembro - dois meses atrás - ocorreu a semana da moda em New York, para o verão de 2017. Eu sei que estou um pouquinho atrasada para falar do assunto, mas como o calor começou não faz muito no Brasil, acho que não tem problema, não é?

Então, hoje vim trazer para vocês cinco itens que foram usados no street style durante a semana da moda, que chamaram a minha atenção, e tem tudo para fazer sucesso nessa temporada. Bora conferir?

❤ METALIZADO








 As peças metalizadas vêm e voltam na moda, mas o bom delas é que servem para qualquer estação. Eu já tinha visto essa volta, principalmente do prateado, em sapatos - sobretudo nos oxfords – e, ao que tudo indica, tomou conta das roupas também.  

❤ LISTRAS


  Alguém lembra desse post que fiz alguns meses atrás, falando sobre as listras coloridas? Até então elas tinham aparecidos em alguns desfiles (Tory Burch, Gucci, Fendi, etc.) para o inverno 2017 e nos looks de algumas famosas, como Olivia Wilde e Beyoncé. E não é que essas listras acabaram caindo no gosto do pessoal no street style até para o verão? 

❤ SOBREPOSIÇÃO



  As sobreposições têm chamado a atenção no street style de um tempinho para cá e é uma tendência que vem direto dos anos 90. Até algumas famosas já aderiram, como a Olívia Palermo e a Kendall Jenner. Geralmente são compostas por um vestido ou blusa alcinha, com uma T-shirt por baixo. Mas também pode ser usada com uma camisa para os dias mais frios que fica igualmente estiloso. 

❤ BABADOS


  Seja em vestidos, blusas, camisas ou saias, é oficial: os babados estarão com tudo nesse verão. Desde os mais discretos, até exagerados. Tem para todos os gostos e até um post para comprovar. Só para refrescar a memória de quem acompanha o blog, os babados apareceram na semana da moda em Nova York, para o verão 2017, nas coleções da Rodarte, Altuzarra, Oscar de La Renta, 3.1 Philip Lim, e entre outros. 

❤ JEANS


  Sou suspeita para falar, mas de todas essa é a minha aposta favorita para o verão. E por que? Porque o jeans é um tecido super democrático e eu não conheço uma pessoa que não tem alguma peça jeans em seu guarda roupa. Seja uma calça, um shortinho, uma saia ou até uma jaquetinha. Há para todos os gostos, estilos e combina com tudo no guarda roupa. 

Agora nos contem, qual dessas tendências mais gostaram e combinam com vocês? Beijos. 
Fonte das imagens: ffw.com.br



Onde encontrar as três principais tendências da estação ♥

O verão está logo aí e quem acompanha o blog já sabe que por aqui adoramos saber - e também dividir com vocês - quais peças são as queridinhas do momento. Ainda mais se forem para ser usadas no verão. A estação favorita, não digo de todos, mas de muita gente. 
A verdade é que quando os dias ficam mais longos, mais quentes e, consequentemente, a quantidade de roupas usadas diminui, o verão traz consigo aquela sensação de leveza. Então, como não adorar querer estar por dentro do que vai rolar?

As apostas que trago hoje foram percebidas por nós tanto nas ruas, no street style, quanto nos desfiles. Vamos conferir?

♥ BODYCON DRESS
O bodycon dress é esse vestidinho de malha, geralmente canelada, embora possam ser encontrados em outros tipos. O modelo dele é todo ajustado ao corpo e os comprimentos variam desde curtos até mídi. Além de cores neutras, também pode ser encontrado em estampa listrada, outra super aposta para a estação. E se mais alguém tiver alguma dúvida de que esse modelo, aparentemente simples (porém versátil), possa pegar, é só perceber que ele já virou o queridinho das Kardashians, Vanessa Hudgens, Gigi Hadid,...



1 C&A - Clique aqui
2 Passarela - Clique aqui
3 Dafiti - Clique aqui

 ♥ SLIP DRESS
O Slip Dress vem aparecendo nas passarelas já há um tempinho, seja nas coleções de inverno ou verão. Esse vestido, que parece uma camisola, de modelagem mais soltinha e alças fininhas, veio direto dos anos 90 e também tem se sobressaído no street style, principalmente quando sobreposto à uma t-shirt.



1 Renner - Clique aqui
2 C&A - Clique aqui
3 Dafiti - Clique aqui

♥ OFF THE SHOULDER
O decote ombro à ombro, também conhecido como off the shoulder, ou simplesmente aquele decote das blusas ciganinhas, roubou a cena no street style. E também deixa qualquer produção mais feminina, por deixar os ombros e o pescoço à mostra, dando liberdade para complementar o look com um colar.


1 Dafiti - Clique aqui
2 Passarela - Clique aqui

Imagens: FFW |  Who What Wear | Style Bistro



Se eu não me protegesse tanto

Talvez eu esteja perdida. Tão solta no interior de mim mesma que acabo esquecendo de sair dali. Eu não quero, mas devo. É o que esperam de mim, é o que eu deveria esperar. Mas está tão confortável aqui que quase jogo fora a chave, e daqui do alto, nem dá pra pular da janela. 
Lá embaixo, no asfalto da realidade, estão todos os meus medos. E venho os evitando assim que descobri os ter. É, cara, talvez eu só esteja perdida, tão perdida. Dentro de pensamentos que não consigo pôr em ordem, que não sei de onde vem, para onde vão e muito menos para que servem. A única certeza nessa miscelânea toda é de que tudo isso cabe dentro de mim. E eu me afoguei.





Se eu não me protegesse tanto, talvez o sol brilhasse mais, as flores teriam cores mais vivas e o riso demoraria a cessar. Não, manter a proteção nunca causou desconforto algum, nem privou das risadas, mas manteve-me numa bolha de cores neutras por muito tempo –tanto tempo que ainda temo estar nela. 

Se eu não tivesse tanto medo de arriscar, talvez o colorido seria outro e talvez tantas outras coisas... Mas minha proteção é intrínseca, e não aprendi a ser de outro jeito. Ah, cara, se ela não criasse um muro bem alto que cerca minhas emoções, talvez eu explodisse de amor por aí, apaixonada por qualquer pedrinha no caminho. É como gostaria que fosse. 

O pior disso tudo, rapaz, é que o tal muro me protege apenas do alheio, mas deixa tudo acontecer aqui dentro. E dentro dos muros é o onde o estrago acontece. Sem ser visto, sem emitir qualquer som, sem gritar que está ali. E eu vou sentindo; e vou guardando. Mesmo sabendo que todo sentimento ocupa lugar, todo pensamento consome energia. Tudo que eu guardo se torna tão meu, e tão pesado, que quase conta nos números da balança. 

Nem mesmo alcanço o topo do muro, para espiar por cima. Nem posso arrancar um tijolo –tenho medo que tudo desmorone sobre mim, como se isso já não estivesse acontecendo. E está, mas o muro impede que seja público, é nessas horas que agradeço por tê-lo ali, minha segura fortaleza de tão fácil acesso para mim. 
E eu derrubaria o tal muro, cara. Pedaço por pedaço, tijolo por tijolo, se não tivesse guardado cartas entre eles, se não tivesse rebocado um e outro durante a construção, se não tivesse ajudado a cria-lo. 

Se eu não me protegesse tanto, moreno, talvez não fosse eu.


© Todos os direitos reservados | 2016
Desenvolvimento por: Larissa Mocellin (part.Jaque Design) | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo